sábado, 31 de julho de 2010

...

Hoje o meu Clã vai fazer um dos membros mais feliz. Não tenho membros preferidos nele mas não consigo deixar de os tratar com uma singularidade que parece que tenho. Somos amigos. Nem sempre estamos juntos, nem sempre sabemos um dos outros mas de vez em quando reunimos e aí o mundo parece que pára. Nada mais interessa à nossa volta. Todo ele é uma singularidade incrível. Parece um carrossel numa velocidade vertiginosa para quem está de fora. Não é impossível alguém entrar nele mas acompanhar a nossa linguagem - melhor dito, cumplicidade -, poucos conseguem. Não falamos mal uns dos outros, falamos uns dos outros. Oferecemos presentes, emprestamos CDS, Livros, tudo. Rimos, choramos, dançamos, comemos, bebemos (...) Como disse aqui uma vez: "O querer-nos bem é tudo o que de bom pode haver." Hoje lá estamos. O resto não vai dar conversa.

6 comentários:

  1. Não pude estar entre o clã, mas espero que não se tenho esquecido de mim...gosto de voces!!!;)

    ResponderEliminar
  2. Claro que sim! Estiveste sempre presente! :)
    Beijo!*

    ResponderEliminar
  3. foi a melhor noite de sempre e lena tu estives.te sempre la nos nossos coraçoes ;) ;) vivah o clã

    ResponderEliminar