quarta-feira, 16 de junho de 2010

Virgem Suta


"A história dos Virgem Suta não é a história normal das bandas de hoje em dia. Não foram descobertos através do Myspace, não fizeram uso das auto-estradas da informação para conquistar os milhares de fãs com que poderíamos abrilhantar esta nota. Valeram-se de duas guitarras, da voz e da quase “ousadia” de uma mão cheia de canções e, sem exageros líricos, as suas auto-estradas foram outras…

Em “Virgem Suta”, o seu primeiro álbum, é um estado exagerado de estar, de viver, de pensar. Eram virgens no mundo da música e quiseram demorar o tempo que fosse necessário para se considerarem prontos. Conseguiram-no e brindam-nos com uma belíssima estreia.
Não tenhamos dúvidas que se fossem espanhóis, tocariam castanholas. Assim, tocam adufe e cavaquinho porque é isso que lhes é natural. A isto aliam uma ironia que aparece a espaços, insólita, não de riso fácil, mas daquele que só é esboçado depois de se ter desconstruído a mensagem.

Os Virgem Suta são Nuno Figueiredo, na guitarra e coros e Jorge Benvinda, na voz e guitarra, acompanhados pelos músicos João Cabrita, Sérgio Nascimento, Nuno Rafael e Hélder Morais.

Ah! É preciso dizer que os Virgem Suta residem em Beja. E aí o tempo, é relativo…"

2 comentários:

  1. O que eu aprendo por aqui, sabia lá quem eram os Virgem Suta :)
    Bjos

    ResponderEliminar